Recompensando o sucesso dos seus alunos!

blo10

 

Todo mundo gosta e precisa de reconhecimento por seus méritos, não é mesmo? Quando voltamos o assunto para a educação e mais especificamente para dentro da sala de aula, temos duas partes ativas no processo: o Professor e o Aluno. Para ambos é altamente necessário esta recompensa para o engajamento.

No post de hoje vamos falar sobre, como o professor pode recompensar o sucesso dos seus alunos, a fim de motivá-los ainda mais no processo de aprendizagem.

Sabemos que reconhecer os acertos e pontos positivos ajuda na construção da autoestima e autoconfiança de todo indivíduo, isso é fundamental para se trabalhar em sala de aula e ter um aumento no rendimento dos alunos.

Bom, mas como e quando recompensar os alunos?

Uma forma bacana de recompensar os alunos, por exemplo, é quando feito bons trabalhos, além de elogiar, você pode também apresentar e compartilhar com o restante da turma. Isto será ótimo para o aluno elogiado e também irá motivar os demais alunos.

Sabemos que todas as pessoas tem suas peculiaridades e existem alguns que são mais habilidosos em determinados assuntos que outros e assim, vice e versa. Identifique em seus alunos alguns pontos em que são mais fortes e elogie. Isso com certeza vai criar uma relação legal entre vocês e o melhor é que você irá ajuda-lo diretamente a ser mais autoconfiante.

Uma outra forma de premiar seus alunos é oferecer um bônus para aqueles que se envolvem e apresentam-se em projetos e  trabalhos, e para aqueles que ajudam na organização da turma, por exemplo. Você pode também reforçar um comportamento geral, em grupo, fazendo combinados de algo que eles não gostam tanto por algo que eles gostam muito!

Por exemplo combinar com a sala que se todos prestarem atenção e ficarem em silêncio, você termina a matéria mais rápido e libera eles para ficar mais tempo em intervalo. Não conversar em sala de aula pode ser difícil para os alunos, mas ficar mais tempo no intervalo com certeza é mais motivador, ainda mais porque é algo que a sala inteira deseja.

Claro que isso é um exemplo, pois as vezes as normas da escola não permitem, mas você pode planejar algo neste sentido. O bacana é transformar uma tarefa e/ou atividade considerada pelos alunos chata em algo que vai agregar a eles, não só conhecimento, mas também um sentimento bom, isso se torna reforçador e o fará fazê-lo mais vezes.

Um ponto importante é não esquecer de fazer isso com todos os alunos, para que não se sintam inferiores e também se atentar ao volume de elogios pra que não fique algo artificial e logo ineficiente.

Mas a vida não é feita só de elogios, não é mesmo? E tão importante quanto sabermos quando acertamos, é sabermos quando erramos!

Diante disto,  como corrigir e ensinar os alunos quando cometido algum erro?

Para dar um feedback negativo é sempre bom se atentar para ser o mais sutil e específico possível e saber mostrar onde está o erro, a intenção é o aluno entender que cometeu um erro mas que é possível voltar e fazer diferente.

Diante de toda esta situação que estamos vivendo em nosso país, o dia a dia na escola tem se tornado cada vez mais difícil,  e acreditamos que não há nada mais gratificante  para um  professor, do que ver o desenvolvimento de seus alunos e ter a certeza de um trabalho eficiente no processo de aprendizagem dos mesmos.

Esperamos que estas ‘’dicas’’ sejam úteis para deixar esta rotina em sala de aula, cada vez mais leve e interessante para todos!

Até o próximo post 🙂

 

Por Lia Vicente

Conheça um pouco sobre a EvoBooks