10 dicas para ganhar a confiança de seus alunos

Obviamente o professor não deve encarar a educação como um concurso de popularidade. Entretanto, educadores eficazes conhecem o valor de ter um bom relacionamento pessoal com seus alunos. Um ambiente escolar agradável diminui os enfrentamentos, aumenta o envolvimento do aluno e reduz os níveis de estresse de todos. Aprenda meios de conseguir obter o apoio de seus alunos para um melhor desenvolvimento de suas aulas:

1. Avalie a si mesmo

Para que possamos causar um bom desejo por parte dos alunos em sermos respeitados, devemos nos conhecer. A primeira pergunta que você deve fazer a si mesmo é: quem sou eu? A resposta para essa pergunta não é seu nome próprio, mas sim o que você possui como valores morais, como é seu caráter. Acredite: uma vez estando em frente a uma sala de aula, você precisa acreditar em si mesmo. O modo como você anda, olha, fica em pé, veste-se, fala, age, e mesmo cheira, é o que determinará o que os alunos pensarão a seu respeito.

Portanto, é preciso sobressair-se, fugir do senso comum, e impor-se enquanto pessoa que merece respeito.

2. Conheça seus alunos

Procure conhecer seus alunos enquanto indivíduos. Descubra seus interesses, conversando com eles sobre esportes, televisão, internet, etc. Alguns professores pedem para que no primeiro dia de aula os alunos façam uma pequena redação sobre o que gostam e o que não gostam. Isso ajuda muito, pois você poderá utilizar este material para, em um dado momento de suas aulas, falar sobre o comentário que alguém fez em sua redação. Quando você conversa com eles e ouve o que eles têm a dizer, você passa a ser visto não apenas como mais um adulto, mas sim como alguém que está verdadeiramente interessado no que eles pensam. Obviamente não devemos mostrar favoritismo, porém devemos procurar ser mais próximos daqueles alunos mais problemáticos, ao procurar elogiá-los com sinceridade mesmo diante de posturas consideradas simples, como dizer a ele sem que os outros alunos ouçam: sua cooperação me ajudou a ensinar hoje. Obrigado!

3. Proteja a autoestima dos alunos

Se você ensina, sobretudo, adolescentes, sabe que eles são bastante inseguros. Querem ser aceitos pelos seus colegas, e ser criticado pelo professor em frente a eles pode mexer com sua autoestima. Para não se sentirem inferiorizados, eles muitas vezes respondem no mesmo tom, pois fazem de tudo para preservar a posição deles perante os amigos.

Para conseguir manter a disciplina, o ideal é agir rápida e prontamente. Procure manter a voz em um tom normal, sem gritar. Não use sarcasmo. Se for possível chamar a atenção de um modo engraçado, fazendo um pequeno comentário inofensivo, melhor ainda. Às vezes apenas o modo de olhar já resolve. Entretanto, se o aluno recusar-se a obedecer, explique para ele que não é justo perante os demais colegas, uma vez que eles também receberam a mesma “penalidade”. Desta forma, ele se sentirá constrangido a não fazer o que deve ser feito.

4. Aproveite os bons dias para criar ambiente acolhedor

Muitos professores apenas interagem com seus alunos quando há problemas de disciplina. Lembre-se de elogiá-los também. Elogios como: “Eu gosto de lecionar nesta sala”, “gostei de ver todos vocês aplicados, estudando juntos”, entre outros, fazem com que você crie um laço de amizade com os alunos.

5. Seja honesto

Ao cometer um erro, assuma-o. Mostre-se humano, e, como todo humano, passível de falhas. Se você for aberto a ponto de admitir que errou em algo, os alunos também se sentirão mais à vontade para admitir seus próprios erros.

6. Aja com justiça

Se um bom aluno pedir para entregar um trabalho atrasado e você aceitar, também deverá aceitar o trabalho atrasado daquele aluno que é geralmente indisciplinado. Agir com justiça nem sempre é fácil, mas é preciso.

7. Não confunda gostar com confiar

Alunos podem gostar de um professor, entretanto, não confiar nele, e vice-versa. Aja de forma a obter a confiança de seus alunos, e não de adulá-los.

8. Compartilhe experiências pessoais com os alunos

Sempre você fala sobre alguma experiência pessoal, relacionada ao assunto que está abordando, prende a atenção dos alunos, e faz com que eles sintam-se um pouco mais íntimos de você.

9. Discipline com eficiência

Estipule suas regras desde o começo das aulas, e tome providências caso estas regras forem quebradas. Não há como respeitar um professor ou confiar nele quando ele não consegue impor ordem em sua sala de aula.

10. Torne-se um professor popular

Quando os alunos gostam de um professor, eles esforçam-se mais em sua matéria. Isso é fato. Ao tratar seus alunos com o respeito com que gostaria de ser tratado, oferecendo apoio, sorrindo, e ouvindo suas preocupações, isso te ajudará a ganhar a confiança e amizade de seus alunos.
Lembre-se que a confiança não é algo dado: ela tem que ser conquistada. Entretanto, mantenha sempre a distância profissional exigida. Tornar-se amigo demais pode fazer com que, ao contrário do que se deseja, os alunos comportem-se inadequadamente. Saiba distinguir a tênue linha entre ser um professor amigável ou um amigo que leciona, o que não é conveniente.

Este post foi útil para você? Continue acompanhando nosso blog e deixe um comentário!

Conheça um pouco sobre a EvoBooks